fbpx
facebook SUSTENTAR: ESSENCIAL PARA O PROCESSO DE MUDANÇAtwitter SUSTENTAR: ESSENCIAL PARA O PROCESSO DE MUDANÇAgoogle_plus SUSTENTAR: ESSENCIAL PARA O PROCESSO DE MUDANÇAlinkedin SUSTENTAR: ESSENCIAL PARA O PROCESSO DE MUDANÇAmail SUSTENTAR: ESSENCIAL PARA O PROCESSO DE MUDANÇA

Tomar a decisão de que está na hora de mudar a nossa empresa ou as nossas próprias ações não é uma decisão fácil, e isso nós já sabemos. Mas esta decisão é muito importante para o cotidiano das organizações empresariais. O que nós desconhecemos até então é que sustentar a mudança pode ser tão difícil quanto a decisão de mudar. Mas, por favor, não estamos querendo assustar ou desmotivar as pessoas, mas, sim, apresentar de forma clara e real as etapas que todos passam até chegar ao sucesso almejado.

Neste post, vamos apresentar um ranking de algumas situações que podem atrapalhar (e muito) a adoção da mudança desejada. Avalie se você não está passando por nenhuma delas.

Importante lembrar: os exemplos que nós damos aqui são a junção dos problemas mais comuns, que durante toda a nossa trajetória profissional conseguimos perceber.

1º O processo de mudança pode ser muito cansativo, então as pessoas que gastaram muito energia tentando mudar, podem não ter mais energia para focar em tudo que será necessário no futuro.

2º Ninguém está vendo. A dificuldade em perceber as consequências positivas e negativas da mudança pode causar desmotivação para o desenvolvimento do projeto.

3º Ter problemas na avaliação: medir o progresso da mudança de forma equivocada dificulta que a mudança permaneça. Avalie se você esta medindo o resultado ou o esforço. Lembre-se que o esforço precisa ser recompensado.

4º Após a aceitação da mudança, esbarrar na falta de vontade das pessoas para fazê-las acontecer.

5º Humanos serão sempre humanos! Apesar dos melhores esforços das áreas de mudança, o comportamento humano não pode ser previsível. Podemos estar entrando em uma guerra sem ganho.

6º Nós esperamos “voltar ao normal” após a mudança. Mas, se nós voltarmos ao normal depois da mudança, nós não alcançamos a mudança efetivamente. É como voltar a comer o que se comia antes, depois de fazer uma dieta.

Mas calma, na nossa próxima postagem vamos dar dicas preciosas de como sustentar essa mudança. E se você ficar com alguma dúvida ou quiser saber mais, entre em contato conosco, estamos sempre prontos para te atender.

Você quer estar sempre bem informado sobre esse assunto? Fique ligado em nossos canais, estamos sempre falando sobre o tema.

 

Comentários