fbpx
facebook Você quer inovar e não sabe como?twitter Você quer inovar e não sabe como?google_plus Você quer inovar e não sabe como?linkedin Você quer inovar e não sabe como?mail Você quer inovar e não sabe como?

“Você tem dificuldades em inovar? Um dos pré-requisitos para inovação é saber mudar e é ai que entra a gestão de mudanças.

Os últimos estudos da neurociência comprovam que para inovar é necessário saber errar e aprender com velocidade.  Então, antes de inovar e ficar frustrado porque não consegue, é importante entender se as suas crenças de perfeição não estão te atrapalhando.

Quando trabalhamos com gestão de mudanças, ajudamos as pessoas a mapear as suas crenças individuais e do grupo e, isso quer dizer, entender se o que penso sobre mim e o quanto me permito errar está me ajudando a inovar ou está me impedindo.

A pesquisa também sugere que pessoas mais novas conseguem inovar mais porque ainda não foram punidas por seus erros por muito tempo.

Então é o seguinte: punição ao erro gera: medo de errar, que gera medo de tentar, que gera medo de aprender e falhar, que gera falta de inovação, e que, por fim, que gera mais punição.

Na gestão de mudanças individual, a gente aprende que todos nós temos crenças que nos limitam e que se queremos inovar e nos sentimos “empacados” ou tristes com isso é muito provável que precisemos trabalhar as nossas crenças sobre o erro, sobre o fracasso e a sobre a confiança.

Como? Pouco a pouco nós vamos realizando exercícios que façam com que a pessoa erre e não se sinta punida ou se culpe pelo fracasso. Vamos transformando o erro em  “uma forma de aprender o que não funciona”.

E com grupos é a mesma coisa, mas com os grupos a gente vai trabalhando primeiro a confiança em se expor, em não saber, em estar aberto ao grupo e vulnerável. E, depois, começamos a trabalhar as ações de erro e aprendizagem.

Um dos capítulos da gestão de mudanças, sobre mudança organizacional, avalia junto com as pessoas como o medo de errar está presente na organização e como mudar essa forma de pensar e agir. Esse mesmo capítulo trabalha a mudança no grupo, a mudança da maneira do grupo tratar uns aos outros e a permissão ao erro.”

Franciele Maftum

Você quer realmente inovar? Fique ligado em nossos canais, estamos sempre falando sobre o tema.

Comentários